fbpx

Os 5 passos para ser mais feliz, segundo Tal Ben-Sharar

Ontem fui conferir uma palestra do professor, escritor e conferencista Tal Ben-Sharar. Professor de psicologia positiva da Harvard Business School, Sharar conduziu uma brilhante apresentação sobre a ciência da felicidade. Eis os 5 passos apresentados por ele:

#1 Permita-se ser humano. Nós temos a mania de querer repreender nossas emoções negativas, como ansiedade, medo, vulnerabilidade, raiva, etc. Só que quanto mais rejeitamos as emoções negativas, mas elas se intensificam. Sharar explica que nós só temos um sistema emocional e que, ao bloquear uma emoção negativa, também estamos bloqueando as emoções positivas que viriam na sequencia. E defende que devemos aceitar a emoção negativa, deixá-la fluir pelo nosso corpo e ir embora do mesmo jeito que ela chegou. Aceite a emoção e escolha o melhor curso de ação para lidar com ela. 

#2 Lide com o stress. Stress não é o problema. A falta de recuperação é o problema. Sharar fez uma interessantíssima comparação com a musculação. Ao levantarmos peso, nada mais estamos fazendo do que estressando o músculo. Só que se fizemos musculação a todo momento, dia após dia, sem darmos descanso para o corpo, acabamos nos machucando, certo? A mesma coisa acontece quando lidamos com muitas coisas ao mesmo tempo e ficamos “online” o tempo todo. Nós precisamos nos recuperar, ou seja, desligar. Para isso, temos que nos energizar com pequenas, médias e grandes ações. Ele citou como exemplo um executivo do mercado financeiro que disse que não podia tirar o olho da tela ou podia perder grandes negociações. A dica para esse executivo foi: a cada 2 horas, pare por 30 segundos, feche os olhos e faça respirações profundas. Pequenas mudanças fazem a diferença se, e somente se, forem feitas com constância. 

#3 Exercícios Físicos. Vários estudos têm demonstrado que praticar atividades físicas aumenta o nível de felicidade. Se você se exercitar 30 minutos, 3 vezes na semana, será uma pessoa mais feliz. O melhor exercício para a felicidade é a dança: quem dança tem um sorriso estampado no rosto, uma postura mais positiva e geralmente dança na companhia de alguém. Alguns dados interessantes que ele compartilhou: i) atividade física regular reduz em 52% as chances de ter Alzheimer ou demência. ii) ficar sentado por muitas horas tem o mesmo impacto para o nosso organismo do que fumar. Movimento é a chave! 

#4 Foco nos relacionamentos. Relacionamento é a variável que prevê felicidade e saúde. Sharar explicou que as gerações mais velhas são as mais felizes, muito por conta da espiritualidade – não no sentido religioso, mas no sentido de propósito e significado de vida. Ele também falou com preocupação das gerações mais novas, que usam excessivamente as mídias sociais e tem pouquíssimas relações reais, olho no olho. E ressaltou a importância da generosidade para criar conexões e relacionamentos verdadeiros. Estudos mostram que doar/fazer algo pelos outros aumenta o bem-estar e a felicidade. Ele falou sobre a palavra NATAN, que em hebraico significar doar e receber (e que lê-se igual de trás para a frente). Não precisa doar nada material. Você pode doar gentileza, sorrisos e gratidão!

#5 Expressar gratidão. Pessoas que expressam gratidão com intenção – diariamente ou semanalmente – são mais felizes, otimistas e tem mais chances de alcançar seus objetivos. Não apenas a gratidão pelo passado, mas também por um futuro positivo. Uma das formas de se fazer isso é por meio de um jornal da gratidão, anotando diariamente ou semanalmente 5 coisas pelas quais você é grato; e também por meio de uma carta de gratidão, que ele recomenda que seja lida em voz alta em frente a pessoa para a qual você escreveu. Ele também contou que em sua família, uma vez por semana, durante uma refeição, eles fazem um momento de gratidão.

WhatsApp Image 2018-11-21 at 10.40.44

Autoconhecimento, coaching, espiritualidade, felicidade, feliz, gratidão, psicologia positiva, relacionamentos, tal ben-sharar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Agência BMC