fbpx

Criticar as suas habilidades de apresentação não te levará a lugar nenhum!

Hoje perguntei, toda empolgada, à uma amiga: e aí, como foi a sua apresentação ontem??

Entre as coisas que ela me falou, ela disse: eu falo mal, baixo, gaguejo, junto palavras, troco palavras.

Na hora eu até brinquei: nossa, quanta gentileza com você mesmo…

Que atire a primeira pedra quem nunca se martirizou dessa forma depois de uma apresentação!

Eu SEMPRE fazia isso. Me enfiava num buraco e ficava lá me criticando eternamente!

Pensando nisso, quero propor algumas reflexões sobre essa situação – baseada na minha própria experiência e também do que ouço cotidianamente dos meus clientes de mentoria:

Excesso de crítica – o ser humano tem uma habilidade incrível de se colocar no fundo do poço. Mesmo quando recebe feedbacks do público dizendo que foi bem, faz questão de falar que foi horrível. A sua apresentação pode não ter sido das melhores, mas certamente teve algo de positivo. Busque olhar para o que de bom teve na sua apresentação. Por exemplo, a sua coragem de enfrentar o desconhecido e dar a sua cara a tapa!

Perfeccionismo – é a primeira vez que você faz uma apresentação diante do público e você quer se apresentar como o melhor orador do mundo! PARA! Por melhor preparado que você esteja, não se iluda: você vai ficar nervosx sim, vai gaguejar, errar uma ou outra palavra e TÁ TUDO BEM! Você está enfrentando o desconhecido, é a primeira vez que você se apresenta, é natural que você não se saia tão bem assim. O melhor orador do mundo precisou de muito treino para ser o melhor. Você também vai precisar!

Seja você – não tem técnica, fórmula mágica ou ferramenta milagrosa que substitua a naturalidade e a autenticidade. Todas as vezes que você for fazer uma apresentação e tentar ser perfeitx ou ser uma pessoa que não você mesmo, VAI DAR RUIM. Você vai parecer um robô, vai usar palavras que não usa normalmente, vai soar artificial e o público não vai se conectar com você! Seja você – perfeitamente imperfeitx! Imagine que está falando com os seus amigos na sala de casa – é difícil, se sei, mas quanto mais você se aproximar disso, melhor será a sua apresentação!

Procure ajuda/se desenvolva – você foi lá, fez a apresentação, achou uma merda, se martirizou por algumas horas… e depois seguiu a vida! Outras oportunidades de se apresentar vão aparecer e adivinha? Você vai cometer os mesmos erros de novo! Busque ajuda: livros, cursos, workshops, mentorias, coaching, vídeos no youtube… Tem N formas de você se desenvolver! Invista em você!

Precisa de ajudar com isso? Me escreva,  eu posso te ajudar!

 

apresentação, comunicação, falar em público, habilidades de comunicação, oratória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Agência BMC