fbpx

O que aprendi com o coaching: como dizer não

nao

Entre os aprendizados marcantes que tive durante o meu processo de coaching, está a arte de dizer não.

Não. Uma palavra tão curta, mas tão poderosa.

E vamos combinar: como a gente sofre pra dizer não!

Eu acredito que o grande desafio em dizer não reside no fato de não querermos magoar o outro. Ou, em outras palavras, na nossa necessidade de agradar os outros.

Basta imaginar situações simples. Sua amiga te convida pra ir jantar na casa dela, mas você não está a fim de ir. De duas uma: ou você vai inventar uma desculpa qualquer para não ir; ou você vai, contrariada, ao jantar.

E por que não ser sincera com sua amiga? Fulana, muito obrigada pelo convite, mas hoje eu não estou bem e não serei uma boa companhia. Que tal a gente marcar na semana que vem?

Dessa forma, você está sendo sincera com ela e, principalmente, com você mesmo.

Ah, Milena, dizer não para um amigo é fácil. O problema é dizer não para o meu chefe.

É um problema porque você acredita que deve dizer sim para tudo o que seu chefe pede.

Eu também acreditava nisso. Mas no coaching aprendi uma técnica para dizer não e hoje eu consigo falar não sem nenhum peso na consciência. (Consigo lembrar perfeitamente do quanto eu me senti poderosa a primeira vez que apliquei a técnica para dizer não a minha chefa).

É a técnica do SIM-NÃO-SIM.

Suponhamos que o seu chefe/colega te peça para fazer alguma coisa, mas você não pode fazer aquilo, por qualquer que seja o motivo.

Primeiro você vai dizer SIM para você mesmo, ou seja, você vai respeitar a sua agenda, o seu tempo, as suas necessidades.

Depois você vai dizer NÃO para o seu chefe/colega, e explicar o porquê você não pode realizar aquela tarefa naquele momento.

E aí então você vai dizer SIM para o seu chefe/colega, esclarecendo que, depois que você terminar o que está fazendo, poderá contribuir. Ou, se isso não se aplicar ao caso, dizendo que espera poder contribuir e/ou que estará à disposição em uma próxima oportunidade.

Eu juro pra vocês que essa técnica funciona. E que é libertador dizer não. E que o mundo não vai acabar só porque você disse um não. E que você não vai ser demitido por isso (a não ser que seu chefe seja muito quadrado). Pelo contrário: o mundo vai continuar sendo mundo, seu chefe/colega vai dar os pulos dele para fazer o que precisa ser feito e, o mais importante, você vai ser respeitado por isso.

Quando a gente aprende a falar não, podemos usar mais o nosso tempo, a nossa energia e a nossa vida para as coisas que verdadeiramente significam mais para nós mesmos.

Portanto, da próxima vez que tiver que falar um não, lembre-se do porque você está dizendo não. Concentre-se nas coisas positivas que abrirá em sua vida, como mais tempo para sua família, para sua escrita ou outro hobby ou simplesmente para relaxar, para que seus níveis de estresse diminuam; ou no seu trabalho, como mais tempo para se dedicar ao seu projeto ou para “bater” suas metas.

Esta motivação positiva irá ajudá-lo a continuar com a sua decisão, mesmo que pareça difícil.

desenvolvimento pessoal, foco, life coach, life coaching, motivação, produtividade, vida extradorinária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Agência BMC